terça-feira, 18 de março de 2014

O 3º treinador mais bem pago do mundo! Que desperdício...


Mais uma prova da qualidade de Mancini como treinador. Depois de ter passado 4 anos no multi-milionário Manchester City sem conseguir que a equipa jogasse um décimo do potencial que as individualidades deixavam adivinhar ruma ao Galatasaray onde, com uma equipa que mistura jogadores de top como Drogba e Sneijder com jovens promissores e com vários internacionais. A ideia que fica é a mesma. Não sei o que treinam porque não tenho acesso. Mas dá para ter uma ideia... O video está péssimo mas dá para perceber a ideia.

video

É o terceiro mais bem pago do mundo, depois de Mourinho e Guardiola.

4 comentários:

  1. Quanto não vale um bom passado como jogador e um bom empresário...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade! Quem dirige os clubes sabe tão pouco de futebol que não admira... Deve ser das únicas indústrias onde grande parte de quem toma decisões não sabe nada do que compra, vende ou produz...

      Eliminar
    2. Bem notado :) mas se repararmos conhecer o jogo não é tão necessário assim para se ter sucesso na indústria (leia-se, empresarialmente, não desportivamente), já que os "consumidores" (adeptos), na sua maioria, também não sabem nada do assunto. Tentar explicar a um adepto normal que a linha não é para mandar bolas à toa para a área, que a altura e a força não interessam para nada ou que os centrais não têm que "tapar" os avançados e que os laterais não têm que "marcar" os extremos, para falar em coisas básicas, é tão difícil... Haja estes sites para uma pessoa poder pensar um bocadinho :)

      Continuação do óptimo trabalho!

      Eliminar
    3. Nos adeptos é mais fácil de aceitar. Consigo compreender que haja quem pague para ir à opera e nunca tenha vista uma pauta na vida. Vão porque gostam de ver, agrada-lhes. E isso é suficiente!

      Agora custa-me mais compreender que os homens que vivem do futebol e que têm como missão trabalhar para o sucesso dos clubes saibam tão pouco do jogo.

      Era mais ou menos o mesmo que o encenador da ópera (nota que eu nem faço ideia se há um encenador na ópera...) nunca tivesse visto um palco. :)

      Tudo isto está ligado, no meu entender, aos milhões que são branqueados através do futebol. Para este tipo de intervenientes no negócio, a vertente desportiva tem um peso menor... e isso não é bom para o jogo.

      Eliminar